Domingo, 4 de Novembro de 2007

Águas Frias - Quinta do Barros

 

A Quinta do Barros, nome que lhe advem do apelido dos seus proprietários situa-se à entrada de Águas Frias, muito próximo da Estrada Nacional 103, numa das encostas do morro do Brunheiro onde, sempre vigilante, espreita o nosso imponente Castelo de Monforte.

Também há quem lhe chame Açoreiras do Porto ou mesmo Açoreiras do Barros, razão por que, um pouco mais abaixo, em direcção a Chaves, aparece a povoação de Assureiras do Meio, exactamente a anteceder essa outra que lhe vai na ilharga e que dá pelo nome de Assureiras de Baixo. E não deixa de ser curioso que ainda há quem conhece as duas últimas por Quinta de Cima e Quinta de Baixo, ou não tenham, também elas, sido pequenos núcleos populacionais cujos habitantes dependeriam do trabalho que os donos das terras à volta lhes iam dando.

Mas, voltemos à Quinta do Barros, que conheço desde miúdo, ou não fossem o Chico e o  Jorge dois bons amigos de infância que continuo a preservar. E, então, dizer que as habitações desta nobre família estão subjacentes a uma lindíssima mata de castanho, á mistura com carvalhos e, naturalmente, com muitos castanheiros que, outrora, ajudavam ao sustento de muita gente de àguas Frias que, nesta altura, para aí se deslocava todos os dias ganhando a jeira na apanha das castanhas. Pena foi que há uns anos a esta parte, mão de energúmeno tivesse posto fogo nessa fantástica mancha verde que embeleza a zona e enobrece o seu vigilante, o Castelo, que, desta feita, não conseguiu evitar os danos do pirómano. Está, todavia, a ganhar a luta do verde contra o negro dos tições e, seguramente em pouco tempo, poderemos apreciar de novo esse bosque invulgar em todo o seu esplendor.

publicado por riolivre às 00:03
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De ÁguasFrias a 4 de Novembro de 2007 às 21:39
Caro Tino, é bem verdade que a mancha verde está a tomar conta da Quinta/Mata do Barros. Agora, já que de lá voltei à poucas horas, está com umas tonalidades de castanhos, lindíssimas, mas isso deve-se aos caprichos do Outono. A Natureza está a vencer a força malévola dos pirómanos. Eu que assisti à acção preciosa dos helicopteros na altura do fogo e que também assisti com mágoa ao desmoronar da casa lindíssima (embora abandonada). É um misto de impotência perante o fogo e revolta pelos seus causadores. Já agora um louvor para a acção valiosíssima dos Bombeiros, tanto por via terrestre como aéria. Um abraço
De riolivre a 4 de Novembro de 2007 às 22:33
Olá Mário,
A tua observação é absolutamente pertinente. Os tons outonais não têm nada a ver com o verde e nem sequer deixam de ser lindíssimos, tal é a paleta que a natureza consegue oferecer-nos.
Foi uma pena não saber que estavas na aldeia. Passei por lá no dia 1 mas, provavelmente ainda não tinhas vindo.
Um Abraço

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. TEMOS UMA ESCRITORA

. NATAL 2015

. POR TERRAS DE MONFORTE

. O CASTELO, SEMPRE!

. O CASTELO FOTOGRAFADO PEL...

. XXIII ENCONTRO DE BLOGUES...

. JÁ NÃO HÁ ENTRUDO

. ...

. APONTAMENTO

. XXII ENCONTRO DE FOTÓGRAF...

.arquivos

. Março 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on line

online

.rádio

blogs SAPO

.subscrever feeds