Sábado, 2 de Junho de 2007

Águas Frias - Rabaçal

 

Finalmente, lembrei-me que tinha pr'áqui um sítio onde, de vez em quando, deveria dizer qualquer coisa. De facto, ainda não consegui ganhar este bom vício de partilhar as coisas da nossa aldeia com os que estão longe e mesmo com aqueles que, afinal, também gostam de dar por aqui uma olhadela. E, diga-se, fico contente por isso.

Tornar-se -ia um pouco mais fácil pousar por estas bandas com mais regularidade se tivesse uma dessas coisas que tiram fotos e as deixam vr de imediato. Digamos que ainda não estou nessa onda, ou, se se quiser, que me mantenho na idade média da fotografia.

Então, de vez em quando, apetece-me ir ao meu baú de recordações e, às vezes, descubro coisas como a que vos deixo observar. Fará vinte anos no próximo mês de Dezembro que apanhei a Tia Balbina no tanque do "meu" Rabaçal a lavar a roupa na poça que também vai servindo para regar tudo o que se vai semeando e plantando por ali ano após ano e sem mostrar qualquer tipo de receia daquela água que, garanto-vos, estava gélida.

A tia Balbina já não vai lavar mais a roupa nesta ou noutra qualquer poça da aldeia. Como tantos outros conterrâneos, também ela teve de abandonar a sua casa e a sua terra, já com quase oitenta anos. Como tantos outros, ficou sozinha, com os filhos sem a poderem acolher nas suas próprias casas. Rumou a Mairos, ao lar onde foi encontrar a MInda - faleceu há um ano - e a Matilde - a "menina", como é conhecida na aldeia, embora já tenha chegado aos 86.

De facto, não basta o facto de os mais novos terem procurado o sustento noutras paragens, até os nossos idosos já têm de migrar para conseguir passar os últimas anos de uma vida inteira a mourejar com a dignidade que merecem.

Para a tia Balbina e Matilde um xi coração grande.

 

 

publicado por riolivre às 23:42
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De pt a 3 de Junho de 2007 às 00:54
olá gostava que pudesses por mais empenho por a nossas aguas frias porque estas a fazer uma coisa bonita por nos todos um GRANDE BEIJO PARA TODOS DE AGUAS FRIAS
De ÁguasFrias a 3 de Junho de 2007 às 14:15
Mais uma vez nos delicias com a tua perspicaz análise associada às estórias das gentes de Águas Frias.
É de facto uma realidade:
o abandono dos jovens e agora até dos idosos.
Bem hajam os "resistentes" que lutam por dignificar a Vida da Aldeia e bem hajam os que tiveram de abandoná-la tendo-a sempre no coração.
Continua a surpreender-nos com as tuas estórias e História.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. TEMOS UMA ESCRITORA

. NATAL 2015

. POR TERRAS DE MONFORTE

. O CASTELO, SEMPRE!

. O CASTELO FOTOGRAFADO PEL...

. XXIII ENCONTRO DE BLOGUES...

. JÁ NÃO HÁ ENTRUDO

. ...

. APONTAMENTO

. XXII ENCONTRO DE FOTÓGRAF...

.arquivos

. Março 2016

. Dezembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.on line

online

.rádio

blogs SAPO

.subscrever feeds